Antes do confronto no bairro Caiobá, em Campo Grande, na madrugada do dia 13 deste mês, que acabou na morte de Giovane Duarte Mota, conhecido como ‘Nego Blu’, ele havia furtado um celular de uma loja na Avenida Bandeirantes. O aparelho foi encontrado com uma traficante, na noite desta quarta-feira (15). ‘Nego Blu’ também roubou um carro agredindo o motorista.

Agentes da Guarda Civil Metropolitana faziam rondas pela região da Orla Ferroviária, por volta das 20 horas, quando flagraram uma mulher em atitude suspeita em um aglomerado de pessoas. Durante a abordagem, muitos fugiram, mas a mulher foi detida.

Com ela várias porções de drogas foram apreendidas e, em uma pochete, os agentes encontraram vários aparelhos celulares. Quando questionada, a mulher disse que ‘teria segurado em troco de drogas’ um dos celulares que havia sido entregue por ‘Nego Blu’ a ela. 

No dia anterior a troca de tiros, ‘Nego Blu’ aproveitou a distração do dono de uma loja para furtar um celular, além de agredir um motorista e roubar um veículo HB20.

A troca de tiros

Policiais do Batalhão de Choque receberam a informação de que, ‘Nego Blu’ estava na região para roubar um veículo. Um HB20 foi levado pelo bandido que espancou a vítima durante o assalto. Policiais Militares encontraram a boca de fumo onde estava ‘Nego Blu’.

Lá, os policiais do Choque entraram no local se deparando com o autor que armado apontou o revólver para os militares que deram ordens para se entregar, mas ‘Nego Blu’ não obedeceu sendo atingido pelos disparos. 

Ele foi socorrido, mas morreu no hospital. No local, os policiais encontraram duas armas, sendo um revólver calibre .32  que estava em posse do autor e uma do tipo garrucha que estava atrás da cama onde se encontrava o criminoso. A equipe do Tático do 9 Batalhão da Polícia Militar conseguiu localizar o veículo roubado.