Um aluno de 12 anos foi levado para a de polícia para prestar esclarecimentos sobre porte de ilegal em escola particular de Campo Grande. De acordo com familiares, o levou duas facas e um martelo, alegando que os usaria para se defender de possível ataque na escola.

A irmã do adolescente conta que na terça-feira (11) surgiu um boato na escola de que haveria um ataque nessa quarta-feira (12). A família do menino entrou em contato com a escola, que disse estar ciente e tomando as devidas providências, por isso a aula do dia seguinte não seria suspensa. Os familiares também revistaram a mochila do estudante antes de dormir.

O aluno teria contado a um amigo de sala que, se algo acontecesse, ele iria defendê-lo, pois estava portando as armas dentro de sua mochila. O amigo contou para outros alunos e o caso chegou à direção do colégio.

A coordenação, então, chamou a polícia, por volta de 11 horas, e o menino foi levado para a Cepol. A família foi acionada no mesmo instante e compareceu à delegacia.