Uma adolescente de 14 anos foi estuprada pelo ex-padrasto de 34 anos, em Dourados, a 225 quilômetros de Campo Grande. O homem negou os crimes aos policiais quando foi encontrado em sua casa. 

A adolescente contou que o homem mexia com ela desde quando tinha 13 anos. Quando fez 14 anos, ele começou a passar as mãos em seu corpo e, um dia, a menina foi arrastada pelos cabelos até um dos quartos da casa e estuprada pelo autor. 

A adolescente ainda contou para a polícia que na época em que o padrasto mexia com ela havia revelado para a , que não acreditou. Ela disse que, dias antes do crime, o autor chegou a dar de presente à enteada um celular.

Ele foi encontrado sentado na varanda de casa pelos policiais e negou o crime, que foi registrado como estupro de vulnerável.