O homem, de 56 anos, acusado de matar a facadas o mecânico Ademétrio Tadeu Miranda Júnior, de 24 anos na última quarta-feira (19) se apresentou na delegacia de , cidade a 253 km de e confessou o crime. Na ocasião, como estava fora do flagrante e não havia sido expedido o pedido de prisão preventiva, ele foi ouvido e liberado.

O açougueiro foi até a delegacia de Polícia Civil na sexta-feira (21). Ele confessou o crime e relatou que o motivo seria por ciúmes da namorada. Já que a vítima teria enviado ‘nudes' para a mulher, que é ex de Ademétrio e atual do autor.

À polícia, ele detalhou que estava armado com uma e ficou aguardando Ademétrio sair do trabalho, em uma retífica, para almoçar. Quando a vítima saiu, foi surpreendida pelo autor que deu vários golpes de faca.

Ademétrio tentou fugir, mas correu alguns metros e caiu. Ele foi ferido gravemente no abdome que o deixou com vísceras expostas.

O chegou a socorrê-lo, mas a vítima morreu assim que deu entrada no Regional Álvaro Fontoura.

Segundo o site MS Todo Dia, o assassinato de Ademétrio causou comoção na cidade e o cortejo reuniu grande quantidade de veículos.