Polícia

Família de Mato Grosso do Sul morre soterrada dentro do carro após deslizamento em MG

Secretário confirmou a morte dos familiares nas redes sociais

Renata Portela e Guilherme Cavalcante Publicado em 10/01/2022, às 14h52

Família era moradora em Aquidauana
Família era moradora em Aquidauana - (Divulgação)

Foi confirmana na tarde desta segunda-feira (10) a morte de uma família sul-mato-grossense após um deslizamento de terra na região de Itabirito (MG). Moradores de Aquidauana, a família estava desaparecida desde o dia 8 deste mês, após tomarem uma estrada alternativa para evitar um bloqueio em rodovia, a caminho do Aeroporto de Confins, em MG.

As vítimas são Henrique Alexandrino dos Santos, 41 anos, Deisy Lúcia Cardoso Alexandrino Santos, 40 anos, e as crianças Vitor Cardoso Alexandrino Santos e Ana Alexandrino Santos, de 6 e 3 anos, respectivamente — todos eram moradores em Aquidauana. Também faleceu o motorista do veículo, Geovane Vieira Ferreira, de 42 anos.

Relato de uma familiar aponta que, por volta das 13h25min do dia do desaparecimento, a família avisou, por telefone, que tomaria outra rota por uma estrada alternativa, para evitar um bloqueio na BR-040, em Brumadinho (MG). Eles estavam em um Toyota Corolla de cor prata.

Conforme o portal G1 MS, até às 17h (horário de MG), o Corpo de Bombeiros havia encontrado apenas o corpo da criança de três anos, em buscas que seguem em andamento. Porém, em comunicação de Ismael Alexandrino, secretário de Saúde de MG e primo de Henrique Alexandrino dos Santos, as mortes foram confirmadas, com as vítimas foram encontradas mortas no carro, que estava soterrado dentro do condomínio Retiro do Chalé.

"Meu primo primeiro e família (5 integrantes) que estavam desaparecidos há 2 dias foram localizados. O carro foi encontrado soterrado na região de Itabirito-MG, e os integrantes sem vida. Que Deus, na sua infinita bondade conforte nossa família e os receba", disse.

Os ocupantes do veículo teriam passado pela estrada do Topo do Mundo, após encontrarem interdição na rodovia. O fluxo na estrada foi paralisado devido ao rompimento do dique de contenção da Mina Pau Branco, da Vallourec Mineração.

* Alterado para acréscimo de informações Às 16h03

Jornal Midiamax