Sargento denuncia cabo da PM por importunação sexual e Corregedoria abre investigação

Militar ainda será ouvido
| 19/01/2022
- 14:08
Imagem ilustrativa
(Arquivo)

Uma sargento da Polícia Militar de Campo Grande, de 38 anos, denunciou o cunhado, um cabo da PM, de 37 anos, por importunação sexual. A Corregedoria abriu um procedimento para apurar a denúncia. 

O caso de importunação sexual foi registrado pela sargento no dia 10 de janeiro contra o cunhado, afirmando que ele teria passado as mãos em sua perna, na sua residência, e que ainda teria retirado a arma de sua cintura e colocado em cima da mesa. A policial também levou o caso até a Corregedoria.

O cabo acusado de importunação sexual procurou a delegacia na tarde dessa terça-feira (18) para registrar um boletim de ocorrência por calúnia contra a sargento, desmentindo as acusações feitas por ela. Ele afirmou que nunca a importunou e que no dia em que ela diz ter ocorrido o fato, ele passou rapidamente na casa dela, conversou e foi embora. O cabo ainda falou que sempre foi convidado a entrar na residência da cunhada e que nunca ocorreu nada. 

A Corregedoria da Polícia Militar informou ao Jornal Midiamax, que: “A tem conhecimento do caso e existe um inquérito Policial Militar em curso para investigar as informações constantes na denúncia.”

 

 

Veja também

Um dos traficantes conseguiu fugir correndo em direção a uma fazenda

Últimas notícias