O procurador especializado contra o crime organizado do Paraguai, Marcelo Pecci, sofreu um atentado na Colômbia, nesta terça-feira (10). O agente do Ministério Público estava em lua de mel quando foi assassinado.

Marcelo Pecci foi morto por três tiros, segundo informações preliminares. Os criminosos estavam em jet skis ao cometerem o crime. A esposa do promotor saiu ilesa.

Ele e a esposa esperavam o primeiro filho. Ainda não se sabe se os criminosos já teriam sido localizados. Mais informações em instantes.