Preso por assassinar a esposa e simular suicídio em MS já respondia por ameaçar a ex

Ex-mulher pediu medida protetiva contra o acusado
| 03/08/2022
- 15:57
delegacia amambai
Caso é investigado pela Polícia Civil - (Foto: A Gazeta News) - (Foto: Reprodução. A Gazeta News)

Reinaldo Rodrigues Arce, de 30 anos, preso pelo feminicídio da atual companheira Rosa Rodrigues, de 29 anos, já respondia por violência doméstica contra a ex. Ele foi detido na terça-feira (2), após matar a vítima e ainda tentar simular um caso de suicídio.

A ex de Reinaldo procurou a Polícia Civil em 2020, quando o denunciou por sofrer ameaças. Ela relatou que já estava separada do acusado há alguns meses, mas que tinha com ele filhos em comum. Ao cobrar a pensão das crianças, Reinaldo ficava nervoso e fazia as ameaças.

“Se você continuar cobrando a pensão vou te levar pra bem longe e te matar pra não correr atrás de pensão”, teria dito para a vítima. A mulher chegou a pedir na época medida protetiva contra o autor.

Foi preso por assassinar a esposa

Reinaldo teria tentado simular o suicídio de sua esposa, mas acabou descoberto. Ele foi por volta das 16h30, quando teria chegado em casa, em uma aldeia de Amambai, a 352 quilômetros de Campo Grande. em uma aldeia da região. Momentos depois, ele saiu da residência afirmando que Rosa havia se enforcado.

Ele foi detido por seguranças da aldeia até a chegada da Polícia Civil, que o levou para a delegacia, onde foi autuado por feminicídio e violência familiar. Parentes de Rosa estavam no local quando Reinaldo tentou fugir.  

De acordo com os dados da Sejusp (Secretaria de Estado de e Segurança Pública), do início do ano até agora, 25 mulheres foram vítimas de feminicídio em Mato Grosso do Sul.

Veja também

Últimas notícias