Preso com ecstasy em Campo Grande após mãe denunciar tráfico também vendia perfume e cocaína

O rapaz ainda contou que ganhava R$ 100 por cada pacote recebido
| 18/04/2022
- 09:53
Preso com ecstasy em Campo Grande após mãe denunciar tráfico também vendia perfume e cocaína
Droga foi apreendida - (Foto: Divulgação/PM)

O rapaz, de 23 anos, preso na última sexta-feira (15), após a fazer a denúncia de que encomendas com ecstasy chegaram a sua casa, no Bairro Jardim Nashiville, em Campo Grande, revelou que era a segunda vez que fazia o ‘trabalho’. Ele foi preso junto da namorada que era responsável por manter contato com o traficante.

Durante seu depoimento, o rapaz contou que não sabia o que tinha nas caixas, já que o ‘contratante’ para os serviços trabalhava com vários produtos, entre eles, perfumes, cocaína, maconha, e ecstasy, sendo que uma porção de 5 gramas de cocaína era vendida por R$ 200, uma porção de haxixe por R$ 60.

Ele ainda revelou que por cada pacote que recebia para fazer a entrega para o traficante recebia R$ 100, sendo a segunda vez que realizava o trabalho. Já a sua namorada já teria recebido mais de 10 pacotes para entregar para o traficante. Os dois passam por audiência de custódia nesta segunda-feira (18).

Veja também

Cocaína apreendida seria tipo ‘exportação’ para o mercado internacional

Últimas notícias