Polícia

Por áudios de WhatsApp, menina conta para irmã que foi estuprada e padrasto acaba preso

Ela disse que os crimes aconteciam quando ele bebia

Renata Portela e Danielle Errobidarte Publicado em 02/01/2022, às 06h11

Autor foi encaminhado para a Deam
Autor foi encaminhado para a Deam - (Arquivo, Midiamax)

Na noite de sábado (1º), homem de 45 anos foi preso em flagrante por estupro de vulnerável cometido contra a enteada, uma menina de 12 anos. O fato foi descoberto após a criança enviar áudios para a irmã, contando sobre o ocorrido.

O pai da menina relatou à Polícia Militar que a vítima mora com a mãe e com o padrasto, no Loteamento Cristo Redentor. No dia 31 de dezembro, a menina teria mandado áudios para a irmã no WhatsApp, contando que o padrasto tinha beijado a vítima na boca e no pescoço e dito que a amava.

Os policiais militares foram até a casa e encontraram a menina em estado de choque. Ela ainda revelou que o padrasto praticava tais atos quando bebia. Ainda segundo os policiais, a vítima estava com muito medo do acusado.

O suspeito foi preso em flagrante por estupro de vulnerável e encaminhado para a Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher). O caso deve ser encaminhado para a Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente), onde a vítima será ouvida.

Jornal Midiamax