Polícia prende mais um membro do grupo que sequestrou brasileira no Paraguai

Crime aconteceu em agosto e vítima foi libertada sem pagamento de resgate
| 22/02/2022
- 11:25
Prisão aconteceu nesta segunda-feira
Prisão aconteceu nesta segunda-feira - Divulgação

A Polícia Nacional do informou que um sexto integrante da quadrilha que havia realizado um sequestro no distrito de Mbaracayú, no Alto Paraná, foi preso na tarde desta segunda-feira (21), na localidade de Puerto Indio. Ele era um dos responsáveis por vigiar a brasileira Sandra Cristina Maceda Rubert, durante o cativeiro.

O novo detido pelo sequestro de Sandra Cristina Maceda Rubert, foi identificado pela polícia como Pablo González Flores. Ele é acusado de participar do sequestro registrado em 14 de agosto do ano passado, em uma estrada alternativa no bairro General Díaz. Na época, quatro dos suspeitos interceptaram a vítima nas proximidades de sua casa enquanto ela caminhava.

Eles levaram Sandra Cristina para uma área arborizada, próxima à reserva de Itaipu Binacional, onde a deixaram em cativeiro. Pablo González ficou encarregado de vigiar a mulher.  A partir daí, começaram a fazer as primeiras ligações para Milton Gabriel Rubert, marido da vítima, para solicitar inicialmente um de 250 mil dólares americanos. 

brasileira sequestrada redimen. - Polícia prende mais um membro do grupo que sequestrou brasileira no Paraguai

Entretanto, de acordo com informações do ABC Color em 16 de agosto, eles reduziram o valor do pedido de resgate para US$ 200.000. O suposto principal negociador e ideólogo do sequestro seria Germán Barreto.

Em seguida, os promotores e agentes da polícia antissequestro invadiram a casa de Germán Barreto, conseguindo capturar Hernán, Blanca González e o menor RBG, que também teriam sido usados ​​para comunicações com parentes do brasileiro.

Veja também

Uma mulher de 38 anos, funcionária de uma boate localizada na região central de Campo...

Últimas notícias