Polícia

Militar do Exército morre após ser atacado por cervo em viveiro de quartel na fronteira

Ele ainda foi socorrido e não resistiu

Renata Portela e Marcos Morandi Publicado em 04/01/2022, às 11h43

Sargento foi atacado pelo animal
Sargento foi atacado pelo animal - (Divulgação)

Na segunda-feira (3), o sargento Víctor Isasi morreu após ser atacado por um cervo, quando cumpria turno de guarda no quartel do Exército de Assunção, no Paraguai. Ele teria entrado no viveiro, quando sofreu o ataque.

Segundo informação das Forças Armadas do Paraguai, o militar era responsável por controlar o viveiro, mas não por cuidar dos animais. Ele teria entrado na área ocupada pelos cervos, quando foi atingido por um deles.

O sargento ainda foi encaminhado ao hospital, mas não resistiu e morreu após uma parada cardiorrespiratória. Ele teve ferimentos no tórax e o caso é investigado, já que o militar não precisava entrar na área ocupada pelos animais silvestres.

Jornal Midiamax