Polícia

Força-tarefa resgata adolescente sequestrado por grupo que matou primos na fronteira

Jovem foi liberado após os criminosos perceberem a aproximação policial

Renata Portela Publicado em 01/01/2022, às 10h16

Adolescente sequestrado foi resgatado
Adolescente sequestrado foi resgatado - (Foto: ABC Color)

Na tarde de sexta-feira (31), adolescente de 16 anos foi vítima de sequestro em território paraguaio, em Yby Yaú, a aproximadamente 100 quilômetros da fronteira com Mato Grosso do Sul. Ele acabou liberado pelos criminosos, que seriam os mesmos responsáveis pela morte de Hugo Milciades Barboza Esquivel, de 34 anos, e Mário Fabio López Romero, de 39, na última terça (28).

O jovem conduzia um caminhão por uma estrada rural e seguia o pai, que estava em uma Fiorino. Quando chegou em casa, o homem percebeu que o filho não tinha chegado e voltou para procurar, quando encontrou o caminhão desligado e com as portas abertas. Ele percebeu sinais de que o filho tinha sido arrastado.

Polícia foi acionada e foi montada uma força-tarefa, também com uso de helicóptero. Os agentes chegaram ao local onde os criminosos estariam, a aproximadamente 3 quilômetros do local do sequestro. Conforme o ABC Color, o jovem foi liberado, mas o grupo de sequestradores não foi encontrado pela polícia.

Em choque, o adolescente foi socorrido e contou que tinha sido amarrado pelo bando. Segundo a polícia, ele trabalhava com Hugo Milciades, que foi assassinado na última semana, e a suspeita é de que o grupo de sequestradores seja o mesmo.

Segundo o chefe do Departamento de Investigações de Homicídios do país vizinho, os suspeitos “são criminosos comuns que fazem agressões naquela região e foram desmembrados de um grupo anterior que agora tenta se fortalecer novamente”, afirmou o comissário Grance.

Ainda segundo o comissário, o grupo tinha como objetivo “extorquir e cometer roubos, só para tirar dinheiro, com fins lucrativos”. Os identificados já teriam participado de outros assaltos, mas segundo a polícia, a falta de denúncia das vítimas dificulta a produção de provas para investigação.

Assassinatos

Mário Fabio López Romero era primo dos irmãos sequestrados na noite de segunda-feira (27). Um dos irmãos, Hugo Milciades Barbosa Esquivel, de 34 anos, também foi assassinado pelos sequestradores, enquanto Júlio César Barbosa Esquivel, 39 anos, teria sido socorrido ferido a tiros.

Os irmãos foram sequestrados em Yby Yaú, a aproximadamente 100 quilômetros da fronteira da Mato Grosso do Sul com o Paraguai. Hugo foi encontrado morto na manhã de terça (28). Conforme as primeiras informações, após o sequestro os criminosos exigiram mais de R$ 85 mil pelo resgate.

Mário Fábio saiu em busca dos irmãos e teria trocado tiro com os sequestradores. Júlio Barbosa foi ferido no tiroteio e socorrido até um hospital. Já o Mário ficou desaparecido e o corpo foi encontrado nesta manhã, conforme o site ABC News. Hugo também foi encontrado morto, por policiais da Polícia Nacional do Paraguai, nesta manhã.

O comissário chefe do Departamento Antisequestro do Departamento de Concepcion, Pedro Miltos, disse que a família não tem posse e que são trabalhadores comuns.

Jornal Midiamax