Ex-cantor sertanejo de MS tem prisão mantida após ser detido em operação da PF

Ele e o irmão estão presos e respondem por tráfico
| 29/06/2022
- 15:32
Ex-cantor sertanejo de MS tem prisão mantida após ser detido em operação da PF
Dupla está presa - Reprodução/Youtube

Na terça-feira (28), foi decretada a prisão preventiva do ex-cantor Glaucinei José de Queiroz, preso em flagrante no dia 27 usando documentos falsos. Ele é acusado de tráfico de drogas e o irmão, Glaucimar Queiroz Machado, com quem já teve uma dupla sertaneja, foi preso em flagrante pelos crimes em maio deste ano.

Em audiência de custódia, o Adenir Pereira da Silva, da 1ª Vara Federal de São José do Rio Preto (SP) não viu motivação para relaxar a prisão em flagrante. Ele ainda converteu em prisão preventiva, para assegurar a aplicação da lei penal. Isso, porque se solto Glaucinei pode tentar inviabilizar a execução da pena.

Glaucinei já foi condenado por tráfico de drogas pela Justiça de Santa Fé do Sul (SP), a cumprir 8 anos e 9 meses de prisão em regime fechado. Contra ele também havia um mandado de prisão pelo mesmo crime, da Vara de Aparecida do Taboado (MS).

O irmão, Glaucimar, foi preso em flagrante em maio deste ano pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) com um tablete de cocaína e também usava documentos falsos. Os dois respondem pelo crime de tráfico praticado em .

A ex-dupla sertaneja de Mato Grosso do Sul estaria vivendo em Bady Bassitt (SP). Em 2009, eles foram presos pelo tráfico interestadual, acusados de levarem cocaína de Corumbá até o interior de São Paulo, com ajuda de um motorista de Campo Grande.

Veja também

Vítima relatou à polícia que contratou mulher para um programa

Últimas notícias