Polícia

Dentro da agência bancária, homem se passa por funcionário e transfere R$ 3 mil da conta de cliente

Com à agilidade da polícia e na confecção de boletim de ocorrência, foi possível realizar o bloqueio do valor para a conta destino

Marcos Tenório Publicado em 04/01/2022, às 17h16

None
(Foto: Ilustrativa)

A Polícia Civil conseguiu evitar que uma mulher de 57 anos fosse vítima de golpista e perdesse R$ 3 mil, na tarde dessa segunda-feira (3), em Ribas do Rio Pardo, que fica a 98 km de Campo Grande. O autor se passou por funcionário do banco.

Em depoimento para a polícia, a vítima relatou que foi até uma agência bancária para efetuar saque, momento em que uma pessoa se aproximou e disse que ocorreu um erro e tinha de ser consertado.

Segundo a vítima, o homem se apresentou como funcionário do banco, e sem saber que estava em um golpe, ela acreditou que realmente fosse porque ele estava com algo pendurado no pescoço, aparentando ser um crachá. Ela contou ainda que o suspeito demorou alguns minutos no caixa eletrônico.

O homem então teria terminado o processo no caixa e saiu do local sem que a vítima percebesse. A mulher ao notar a situação estranha, teria perguntado ao segurança se o homem pertencia ao quadro de funcionários do banco, foi quando ele respondeu que não.

Imediatamente, a mulher foi conferir sua conta e percebeu haver uma transferência no valor de R$ 3 mil para outra conta. A vítima relatou o ocorrido a um investigador de Polícia Judiciária, onde foram feitas diversas diligências, inclusive junto à agência bancária.

Com o boletim de ocorrência registrado, foi possível realizar o bloqueio do valor na conta de destino e a vítima teve o dinheiro restituído. As investigações continuam com a finalidade de identificação do suspeito de estelionato.

Jornal Midiamax