Quatro homens foram presos na noite desta quarta-feira (30) acusados de roubo e associação criminosa, no Bairro . Os bandidos tinham divisões de tarefa entre o grupo, que alugava armas e uma para praticar os roubos na região. Pelo ‘aluguel', era pedido um celular cada vez que os autores saíam com a motocicleta para cometer crimes.

O esquema criminoso foi descoberto após policiais da Força Tática do 10º Batalhão da PM avistarem uma em uma motocicleta Titan 160 azul, que desobedeceu à ordem de parada e tentou fugir. Os autores entraram na garagem de uma residência e um deles jogou um simulacro de arma de fogo em um corredor.

O proprietário da casa afirmou que alugava sua motocicleta, que está no nome de seu pai, para que seus comparsas praticassem roubos, e que cobrava um aparelho celular roubado cada vez que saíam. Além do simulacro, ele também confessou que utilizavam um revólver calibre 38 cromado, e indicou a pessoa que também alugava a arma.

Em outra residência, os policiais encontraram mais um simulacro de arma de fogo e 35 porções de cocaína, que pesaram 172 gramas. O quarto autor – que era encarregado de ‘cobrir' um dos comparsas quando este não podia sair para fazer os roubos – foi localizado em outra casa, também no Aero Rancho, e confirmou que comprou a cocaína para revender a R$ 120 cada porção de 5 gramas.

A motocicleta utilizada nos roubos estava sem placa e foi entregue na delegacia. Alguns aparelhos roubados pelo grupo foram recuperados pela polícia. Outros dois autores foram identificados, e constatou-se que um deles estava evadido do sistema prisional.