Bandido morto em troca de tiros agrediu PM antes de dirigir viatura e roubar posto em MS

Bandido estava com mais cinco comparsas em carro
| 12/07/2022
- 09:59
posto troca de tiros
Posto de gasolina onde aconteceu troca de tiros com a PM (Henrique Arakaki, Midiamax)

Antes de ser morto na troca de tiros com a Polícia Militar, em um posto de combustíveis em Jaraguari, a 47 quilômetros de Campo Grande, na madrugada desta terça-feira (12), o bandido derrubou e agrediu um dos militares. Ele tentou fugir com a viatura da polícia, mas acabou batendo no portão de uma fábrica de fertilizantes. 

O bandido morto seria Diego dos Santos Leite, o jardineiro que furtou o veículo Cruze, de uma família moradora no Bairro São Francisco, em Campo Grande, segundo informações passadas pela polícia. Quando os policiais chegaram ao posto de gasolina, um dos bandidos estava perto do veículo Saveiro quando quebrou a janela e entrou no .

Foi dada ordem de parada pelo policial ao bandido que ao sair do Saveiro foi em direção ao militar derrubando-o no chão e o agredindo. Em seguida, o bandido foi em direção à viatura entrando no veículo e tentando a fuga. Novamente foi dada ordem de parada ao bandido, mas ele fez disparos contra o policial que revidou. Nisso, o autor ainda tentou atropelar o policial. 

O bandido, então, atravessou o canteiro com a viatura batendo contra o portão da fábrica de fertilizantes. Ele foi resgatado do banco do motorista e arma usada por ele apreendida.

Jardineiro roubou carro dos patrões

O veículo Chevrolet Cruze usado pelos bandidos que trocaram tiros com a Polícia Militar havia sido furtado de uma residência, no Bairro São Francisco pelo jardineiro da família.

Informações são de que, após o furto do carro, o ladrão acabou se envolvendo em um de trânsito batendo em um Renault Sandero, de cor vermelha, e fugindo em seguida. Os policiais conseguiram encontrar os donos do veículo que estavam dormindo e não sabiam do furto do Cruze.

Os policiais avisaram que o motorista do carro seria Diego, nisso a mulher contou que ele era jardineiro da família há 10 anos, e que deveria ter pulado o muro da casa conseguindo pegar a bolsa da vítima e furtando o carro. 

Após o acidente provocado pelo bandido, ele ainda foi até a casa de sua avó. O autor estava descontrolado e passou a agredir os irmãos e o avô, quando fugiu no carro roubado. 

Troca de tiros com a PM 

Segundo apurou o Jornal Midiamax, o grupo chegou ao posto empurrando um veículo Chevrolet Cruze, de cor prata, na tentativa de abastecer o carro, por volta das 2 horas da manhã. A situação levantou suspeitas de um funcionário que não quis atender o grupo e se escondeu dentro do escritório do local.

Nisso, o grupo passou a depredar as bombas de combustíveis e invadiu o estabelecimento para furtar celulares e R$ 22 do caixa. Eles ainda roubaram celulares de um cliente que estava no posto.

Os bandidos ainda depredaram uma Saveiro que pertence ao posto de combustível. O funcionário acionou a polícia e com a chegada dos militares, o grupo tentou fugir.

Durante a fuga, um dos bandidos conseguiu entrar na viatura policial quando houve a troca de tiros. Ele ainda acabou batendo com a viatura no portão de uma fábrica de fertilizantes causando danos.

Ele foi alvejado por seis disparos. O bandido tinha uma tatuagem do lado esquerdo da barriga. Equipes do Batalhão de Choque de Campo Grande estão na cidade e procuram dos outros cinco suspeitos que conseguiram fugir.

Veja também

Plano de resgate do líder do PCC acabou frustrado pela deflagração da Operação Anjos da Guarda

Últimas notícias