Acusado de matar idosos que o abrigavam em casa discutiu com as vítimas um dia antes

Ele gritou ao ver os policiais civis
| 06/08/2022
- 15:46
Acusado de matar idosos que o abrigavam em casa discutiu com as vítimas um dia antes
Perícia e Polícia Civil estiveram no local - Foto: Coxim Agora

Preso em , suspeito de assassinar Avio Rodrigues Máximo, de 83 anos, e a esposa Celeste Bedoja, 75 anos, havia discutido com o casal um dia antes do crime. Os idosos foram mortos a facadas na noite de sexta-feira (5) e os corpos encontrados na manhã deste sábado (6) em Coxim, a 253 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com a Polícia Civil, o crime aconteceu na casa das vítimas, na região central da cidade. Após trabalho da Perícia, foram verificadas imagens das câmeras de segurança da região e também foi identificado que o suspeito, que morava com as vítimas, tinha brigado com os idosos.

O casal estaria abrigando o homem, que já tem várias passagens pela polícia por crimes como furto. Uma testemunha ainda contou que o suspeito tentou tirar xerox dos documentos das vítimas alguns dias antes do crime.

Na casa foram encontradas pegadas de um chinelo, compatíveis com o que o suspeito usava. Ao perceber os policiais civis, ele teria começado a gritar que “não tinha nada a ver com o que aconteceu com os idosos”, inclusive citando os nomes das vítimas.

Os investigadores sequer tinham informado o motivo da abordagem. O suspeito não confessou o crime, mas pelas evidências foi preso em flagrante pelo duplo homicídio. O caso é investigado na 1ª Delegacia de Polícia Civil.

Funcionária encontrou idosos

A testemunha foi quem encontrou as vítimas, quando chegou para trabalhar na casa dos idosos. Ela encontrou Avio com a cravada na nuca, caído perto da lavanderia, nos fundos da residência. Já a esposa Celeste foi encontrada morta com um golpe no pescoço, no quarto do casal.

Ainda foram encontrados pela polícia os dois cachorros de estimação das vítimas na casa, um bastante acuado e amedrontado, escondido em uma prateleira. Ele dormia com as vítimas e tentou morder quem se aproximava.

Os animais foram resgatados e estão aos cuidados de uma familiar e o outro de cuidadoras.

Veja também

Últimas notícias