Polícia

‘Virgindade é minha’: pai é preso em flagrante por estuprar filhas de 12, 14 e 15 anos em MS

Mulher conseguiu fugir e denunciar o caso à polícia para salvar as filhas

Thatiana Melo Publicado em 24/11/2021, às 10h18

None
(Ilustrativa)

Após passar dois anos vendo as filhas estupradas pelo marido, um operador de máquinas de 48 anos, uma mãe conseguiu fugir e denunciar o homem no último dia 17 deste mês à polícia em uma cidade de Mato Grosso do Sul. O homem passou por audiência de custódia no dia 19 e permanece preso.

A prisão aconteceu após a mãe não suportar mais ver as filhas serem abusadas. Na ocasião, ela viu uma oportunidade de fugir, já que o marido havia pedido para ela buscar cerveja e ela saiu junto da adolescente de 12 anos, aproveitando para ligar para a polícia, que foi até a casa, prendendo o operador de máquinas em flagrante.

As meninas de 12, 14 e 15 anos prestaram depoimento especial e relataram que eram estupradas desde os 12 anos, e que o pai sempre dizia que "tinha de ser o primeiro homem delas". O homem abusava das meninas e as levava para a varanda para assistir filmes, trancando a esposa dentro da casa.

Ainda segundo os relatos das vítimas, o homem chegava a falar “o pai faz de tudo para vocês, e não merece?”. O irmão das garotas disse em depoimento especial que já havia flagrado o pai abusando delas, mas que todos eram ameaçados de morte, caso revelassem alguma coisa.

Quando preso e em depoimento, o operador de máquinas chegou a confirmar os estupros, mas ainda culpou a própria esposa, que o denunciou, pelos estupros. Ele disse que ela quem pedia para que ele 'tirasse a virgindade' das filhas. A mãe das garotas já havia registrado um boletim de ocorrência contra o homem por violência doméstica.  

Jornal Midiamax