Polícia

Vigilante simula roubo de caminhão da prefeitura e acaba preso

Efetuou a prisão de duas pessoas e apreendeu uma pistola Glock

Diego Alves Publicado em 24/12/2021, às 21h21

Divulgação
Divulgação

A Defron (Delegacia de Repressão aos Crimes de Fronteira), em apoio à Delegacia de Polícia Civil de Deodápolis, esclareceu um furto qualificado praticado contra o município, efetuou a prisão de duas pessoas e apreendeu uma pistola Glock, calibre 9mm. As prisões e a apreensão aconteceu nesta sexta-feira, (24).

segundo a polícia, por volta das 23h45min de ontem, 23/12, policiais militares lotados em Deodápolis efetuaram a prisão de um indivíduo que transitava em um caminhão pertencente ao município, uma vez que esse automóvel teria sido roubado do pátio da prefeitura. Os policiais foram até o pátio e entrevistaram o vigilante do local, que relatou que havia sido rendido por dois homens armados, que então roubaram o caminhão.
Ainda de acordo com a polícia, os autores planejavam levar do pátio dois automóveis, mas teriam encontrado dificuldade em funcionar o automóvel e por isso teriam levado apenas o caminhão. O vigilante relatou, inclusive, que quatro pessoas teriam participado do roubo e que ele tinha sido mantido em cativeiro com dois deles após a subtração do bem.

Por volta das 10 horas desta sexta-feira, uma equipe da DEFRON deslocou-se para a cidade de Deodápolis em apoio aos policiais da delegacia local. Os policiais civis interrogaram o homem que havia sido preso pela Polícia Militar e identificaram indícios de que o roubo havia sido simulado, tratando-se, na realidade, de um furto do qual o vigilante teria participado.

O preso disse que ao chegar à Deodápolis deslocou-se até uma praça onde se encontrava um indivíduo que mostrou a ele e ao seu comparsa um vídeo do pátio da prefeitura, além de dizer que o portão estava aberto e as chaves dos caminhões no contato. Imediatamente, os investigadores perceberam essa pessoa poderia ser o vigilante do local.

Apresentado ao preso um quadro fotográfico, ele reconheceu o vigilante como sendo o indivíduo que lhe apresentou o vídeo do pátio e repassou outras informações.

Os policiais foram até o vigilante, que negou ter participado do furto, contudo, relatou que há cerca de 20 dias havia sido contratado por um conhecido, morador em Glória de Dourados, com o intuito de resgatar uma arma de fogo que estava escondida em um compartimento oculto existente em um caminhão que se encontrava sendo utilizado pela prefeitura após ter sido apreendido transportando grande quantidade de maconha. Desse modo, o vigilante relatou que resgatou a arma de fogo, uma pistola calibre 9mm, e a entregou para a pessoa que o contratou, mediante a promessa de receber R$ 1.000.00.

De posse dessas informações uma equipe da DEFRON e da Delegacia de Deodápolis deslocaram-se para Glória de Dourados, onde apreenderam uma pistola Glock, calibre 9mm, municiada.

Após diversas diligências, identificou-se que, a rigor, o suposto roubo tratou-se de um furto qualificado pelo concurso de agentes, do qual, além de outras pessoas, participaram o homem que havia sido preso pela PM, o vigilante da prefeitura e o morador de Glória de Dourados, que se encontrava na posse da pistola calibre 9mm.

Jornal Midiamax