Polícia

Vídeo mostra o momento em que carro-forte de onde foi levado R$1,2 milhão é atacado

Um vídeo mostra o momento em que bandidos atacam um carro-forte a tiros no distrito de Juan Emilio O’Leary, no departamento de Alto Paraná, no Paraguai.  Os bandidos fortemente armados e usando explosivos atacaram o carro forte na rodovia PY 02 em Juan E. O’Leary,no departamneto de Alto Paraná. O carro forte da empresa Mbarete […]

Diego Alves Publicado em 28/01/2021, às 22h20 - Atualizado às 22h21

Reprodução
Reprodução - Reprodução

Um vídeo mostra o momento em que bandidos atacam um carro-forte a tiros no distrito de Juan Emilio O’Leary, no departamento de Alto Paraná, no Paraguai.  Os bandidos fortemente armados e usando explosivos atacaram o carro forte na rodovia PY 02 em Juan E. O’Leary,no departamneto de Alto Paraná. O carro forte da empresa Mbarete Porã que tinha saído de Pedro Juan Caballero com cerca de R$1 250 mil com destino a Ciudad Del Este na divisa com o Paraná.

Vídeo mostra o momento em que carro-forte de onde foi levado R,2 milhão é atacado

Segundo autoridades paraguaias, entre seis e sete homens usando três SUVs atacaram o carro forte onde estavam quatro funcionários da empresa. Diversos disparos foram feitos contra o carro forte e depois sob a ameaça de explosivos os seguranças entregaram entre quatro e seis malotes onde estava o dinheiro. Uma das caminhonetes usadas pelos marginais tinham na parte traseira uma arma calibre .50 que foi usada para deter o blindado.

Vídeo mostra o momento em que carro-forte de onde foi levado R,2 milhão é atacado
Cápsula de .50.

Várias pessoas filmaram a ação onde é possível ouvir os disparos e os bandidos falando em português. O caso aconteceu nas proximidades de uma delegacia da cidade, mas a ação rapida dos assaltantes não permitiu uma intervenção policial. Nenhum dos ocupantes do carro forte ficou ferido.

Vídeo mostra o momento em que carro-forte de onde foi levado R,2 milhão é atacado
Veículo incendiado

Centenas de cápsulas de vários calibres de fuzis e da metralhadora ficaram espalhados nas proximidades onde ocorreu o ataque. Depois da fuga, os marginais incendiaram um dos carros em uma plantação de cana.

Os marginais que atacaram o carro forte e fugiram com o dinheiro estão sendo procurados e do Grupo de Operações Especiais da Polícia Nacional do Paraguai e de outras forças especializadas de segurança estão realizando ações na fronteira na região de fronteira entre o Paraguai, o Brasil e a Argentina na tentativa de localizar o bando que aparentemente é formado em sua maioria por brasileiros.

Jornal Midiamax