Polícia

Um mês após ser atropelado, idoso morre enquanto tomava café da manhã

Ele teve alta da Santa Casa e apresentou sucessivas crises convulsivas desde então

Danielle Errobidarte Publicado em 19/07/2021, às 13h57

Vítima foi atendida pelo Samu.
Vítima foi atendida pelo Samu. - (Foto: Arquivo Midiamax)

Idoso de 66 anos, identificado como Angel Rojas Orozco, morreu na manhã desta segunda-feira (19) enquanto tomava café da manhã em sua residência, no Bairro Amambai, na Capital. Ele foi atropelado por uma motocicleta há 20 dias e, desde então, teve sucessivas crises convulsivas, chegando a ficar internado na Santa Casa.

Conforme o boletim de ocorrência, a vítima foi atropelada por um motociclista desconhecido no dia 29 de maio, por volta das 6h30, enquanto fazia caminhada. Ele foi socorrido pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e encaminhado para a Santa Casa, onde recebeu alta no mesmo dia.

Contudo, dois dias depois, ele teve uma crise convulsiva e precisou de atendimento na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Coronel Antonino. No dia 2 de julho, Angel foi novamente transferido para a Santa Casa após piora no estado de saúde, onde permaneceu até o dia 15, uma vez que teve um sangramento no cérebro, paralisia do lado esquerdo do corpo e confusão mental.

Após receber alta, o idoso se tratava em casa, fazendo uso de anticoagulante, anticonvulsivo e calmante, além de remédios de uso controlado para diabetes e hipertensão. Contudo, ele alegou que apresentava dificuldades para andar, usava fraldas e precisava dos familiares para se alimentar.

Nesta segunda-feira (19), pela manhã, o idoso teve outra crise convulsiva, seguida de parada cardiorrespiratória. O Samu foi novamente acionado e tentou reanimá-lo por 20 minutos, sem sucesso. Um familiar do idoso afirmou aos policiais que antes do acidente Angel não tinha crises convulsivas. O caso foi registrado como morte a esclarecer na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro.

Jornal Midiamax