Polícia

Um é preso durante operação da PF contra contrabando de cigarros

Um homem foi preso na manhã desta terça-feira (2) em Dourados a 235 quilômetros de Campo Grande, na deflagração da Operação Audacius da Polícia Federal, contra organização criminosa no contrabando de cigarros. São cumpridos 11 mandados em três cidades do Estado. O homem foi preso no bairro Cachoeirinha e não há informações se armas ou […]

Thatiana Melo Publicado em 02/02/2021, às 08h40 - Atualizado às 14h39

Mandados são cumpridos em Campo Grande, Ponta Porã e Dourados (Foto: Divulgação, PF)
Mandados são cumpridos em Campo Grande, Ponta Porã e Dourados (Foto: Divulgação, PF) - Mandados são cumpridos em Campo Grande, Ponta Porã e Dourados (Foto: Divulgação, PF)

Um homem foi preso na manhã desta terça-feira (2) em Dourados a 235 quilômetros de Campo Grande, na deflagração da Operação Audacius da Polícia Federal, contra organização criminosa no contrabando de cigarros. São cumpridos 11 mandados em três cidades do Estado.

O homem foi preso no bairro Cachoeirinha e não há informações se armas ou munições foram apreendidas com ele. São cumpridos cinco mandados de prisão preventiva e seis mandados de busca e apreensão em Dourados, Ponta Porã e Campo Grande, além do sequestro e bloqueio de mais de R$ 2 milhões em bens móveis e imóveis.

A operação foi deflagrada depois de investigações que começaram em 2019 quando uma carga de cigarros avaliada em R$ 2 milhões foi furtada de frente da delegacia da Polícia Federal depois da apreensão da carga em dezembro. Foi descoberto um grupo criminoso que fazia o contrabando de cigarros há anos. Os cigarros contrabandeados eram armazenados em residências de Dourado, ligadas aos integrantes do grupo criminoso e, que depois era enviada a outros estados, como São Paulo.

Com as várias apreensões de contrabando de cigarros nas estradas do Estado, o grupo passou a furtar as cargas que eram apreendidas. As investigações também demonstraram que o grupo já havia tentando subtrair outra carga de cigarros apreendida em outro Estado. Segundo a Polícia Federal, todos os investigados têm um longo histórico de práticas de crimes transfronteiriços envolvendo o contrabando de cigarros, sendo que alguns já chegaram a ser presos em flagrante diversas vezes durante as investigações.

Jornal Midiamax