Polícia

Traficantes usavam serralheria como entreposto de drogas na fronteira

As apreensões feitas pela Defron em Ponta Porã e Aral Moreira totalizaram 1.750 quilos de maconha

Marcos Morandi Publicado em 22/07/2021, às 06h36

Agentes da Defron prenderam seis pessoas durante a operação Fronteira Segura
Agentes da Defron prenderam seis pessoas durante a operação Fronteira Segura - Defron/Divulgação

Depois de uma investigação de mais de 60 dias, a Operação Fronteira Segura, desencadeada pela Defron (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira), resultou na prisão de seis pessoas em duas cidades da fronteira e na apreensão de 1.750 quilos de maconha.

Segundo o delegado Rodolfo Daltro, um dos entrepostos fechados funcionava em uma serralheria de fachada, instalada no Bairro da Granja, em Ponta Porã, na fronteira com Pedro Juan Caballero.

No local, foram presos três traficantes e também foi apreendido um veículo VW Voyage, produto de furto na cidade de Campo Grande, sendo que nele havia sido instalada uma placa de origem paraguaia.

Na cidade de Aral Moreira, a Defron, ao acompanhar a negociação sobre a venda de drogas, realizou incursão em um imóvel residencial localizado no Bairro Ipê, onde se encontravam três pessoas.

Na carroceria de uma camionete, embaixo de um móvel e no forro do imóvel foi apreendida uma tonelada e duzentos e cinquenta quilos de maconha, além de uma camionete GM S10.

O morador do imóvel onde a droga foi apreendida, um paraguaio com a idade de 52 anos, tinha extensa ficha criminal, tendo cumprido mais de cinco anos de prisão, no regime fechado, pela prática de tráfico de drogas.

Jornal Midiamax