Polícia

Traficantes que abasteciam estudantes de medicina com maconha de alto padrão são presos

Pais de universitários denunciaram o caso à polícia

Renata Portela e Marcos Morandi Publicado em 30/07/2021, às 15h05

Droga foi apreendida na casa com os suspeitos
Droga foi apreendida na casa com os suspeitos - (Divulgação, PCMS)

Foram presos nesta sexta-feira (30) três rapazes, moradores em Ponta Porã, a 346 quilômetros de Campo Grande, acusados de tráfico de drogas. Eles foram denunciados por pais de acadêmicos de medicina em Pedro Juan Caballero (PY), por abastecerem os estudantes com maconha de alto padrão.

Segundo a Polícia Civil, várias denúncias foram feitas pelos pais dos alunos à Defron (Delegacia de Repressão aos Crimes de Fronteira) por conta dos suspeitos que traficavam nas imediações das faculdades, em um HB20 azul e um Gol branco. Nesta sexta-feira, os policiais abordaram os suspeitos em uma residência.

No local foram encontrados balança de precisão, plástico filme e uma seladora a vácuo, além de grande quantidade de sacolas metalizadas e personalizadas com palavras alusivas ao uso de drogas. Em um dos cômodos foi encontrado grande volume de sacolas com skunk, escondidas no forro, além de vários tijolos de maconha.

Ao todo, foram apreendidos 11,3 quilos de skunk e 55,6 quilos de maconha. O caso foi encaminhado para a Defron, com os três presos em flagrante.

Jornal Midiamax