Polícia

Traficantes paraguaios usam documentos para enviar cocaína para a Itália e Tailândia

Droga estava escondida em pastas de arquivo e foi detectada pelos agentes da Senad

Marcos Morandi Publicado em 20/07/2021, às 11h38

Droga foi encontrada em pastas de arquivo
Droga foi encontrada em pastas de arquivo - Senad

Agentes da Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) encontraram cocaína escondida entre documentos que seriam enviados para a Itália e também para a Tailândia. As encomendas foram apreendidas no Aeroporto Silvio Pettirossi, em Assunção e abertas na manhã desta terça-feira (20).

Em um dos pacotes interceptados pela polícia, foram encontradas 13 pastas de tipo arquivamento, com documentos, cópias. No meio de folhas finas foram encontradas algumas porções de cloridrato de cocaína.

No total, foram apreendidas nove folhas de cocaína pesando 522 gramas. Esta quantidade foi avaliada pelos agentes da Senad em cerca de 40 mil euros no mercado de destino.

A modalidade de envio em pacotes de encomendas, segundo a procuradora Lorena Ledesma, continua a ser utilizada pelas estruturas do narcotráfico para abastecer os principais mercados consumidores, principalmente na Europa.

Jornal Midiamax