Dois homens, de 27 e 46 anos, ficaram pendurados no 21º andar, o último, de um condomínio residencial localizado na Rua Dom Aquino, bairro Amambaí, em Campo Grande, no final da manhã desta quinta-feira (16). Eles trabalhavam na pintura do prédio.

O edifício tem 63 metros de altura e os dois estavam no topo. Conforme o Corpo de Bombeiros, tudo aconteceu quando o andaime que suspendia os pintores cedeu, deixando os mesmos pendurados. Eles foram resgatados por outras pessoas que estavam no local.

A corporação informou ao Jornal Midiamax que os homens se encontravam conscientes, orientados, tranquilos e só tiveram escoriações leves. Os bombeiros disseram, ainda, que não visualizaram problemas no cabo e afirmaram acreditar que foi um defeito no próprio equipamento que ocasionou a queda.

Tinta despencou da altura máxima e respingou em carro na calçada (Foto: Marcos Ermínio/Midiamax)

“Os dois conseguiram adentrar no prédio novamente e tiveram ajuda de uma funcionária”, relataram os agentes. Agora, a retirada do andaime fica a cargo do engenheiro responsável pela pintura realizada.

Até 12h30, os funcionários ainda estavam dentro do condomínio, mas já haviam sido atendidos. A tinta utilizada pelos trabalhadores despencou no chão e cobriu um carro com vestígios, dando a impressão de que uma chuva do resíduo aconteceu por ali.

Um sapato de um dos homens também se soltou e foi parar na rua. Confira a imagem:

Lona estendida no chão já foi recolhida (Foto: Marcos Ermínio/Midiamax)