Polícia

Tio dava presentes à menina de 8 anos para encobrir estupros; criança tentou se matar

Vítima disse que autor tapava seus olhos e a segurava pelos braços para cometer os crimes

Thatiana Melo Publicado em 06/10/2021, às 10h56

None
(Ilustrativa)

Após tentativas de se matar, a família de uma menina de 8 anos descobriu que a criança era estuprada pelo tio, de 48 anos. Para encobrir os abusos, o homem sempre dava presentes à vítima que também era a sua afilhada. Uma audiência do caso foi marcada para novembro deste ano.

O último episódio em que a menina tentou tirar a própria vida ocorreu em 2019, quando ela se jogou na frente de uma motocicleta com o intuito de ser atropelada. Quando questionada sobre os motivos que a levaram a praticar tal ato, ela disse que era estuprada pelo tio. O crime ocorreu entre os anos de 2011 e 2017.

A família nunca havia desconfiado do homem, nem dos vários presentes que dava à criança, já que ele era tio e padrinho da menina. Consta na denúncia que, em depoimento especial, a menina disse que dormia na casa de sua avó todas as sextas-feiras, sendo que de vez em quando a avó ia até à casa de sua tia, que fica ao lado, e o tio se aproveitava dessas ausências e praticava os abusos.

A criança ainda contou que ele passava as mãos em seu corpo e que em alguns episódios chegava a tapar seus olhos e segurar seus braços para cometer o crime. O homem ainda fazia ameaças de morte a ela e a seus pais, caso contasse sobre os abusos a alguém.

Foi descrito no relatório feito após o depoimento da vítima, que ela sentia muita raiva do que ocorria e por conta desse sentimento já havia cortado os braços inúmeras vezes com estilete, além da tentativa de se matar.

A mãe da criança disse que a filha sempre foi uma menina tranquila, mas, a partir dos 7 ou 8 anos, começou a apresentar comportamentos diferentes, como baixo rendimento escolar e isolamento familiar e social, evitando brincadeiras e amigos, logo após os abusos começarem.  

Jornal Midiamax