Polícia

‘Tem que apanhar que nem homem’: travesti é espancada por dupla na rua em MS

Travesti teve dois dentes quebrados

Thatiana Melo Publicado em 10/09/2021, às 06h24

None
(Foto: Diário Corumbaense)

Uma travesti, de 44 anos, procurou a delegacia de polícia de Corumbá, a 444 quilômetros de Campo Grande, depois de ser espancada por uma dupla e ter dois dentes quebrados. Ela passou por exames de corpo de delito nesta quinta-feira (9).

As agressões aconteceram na madrugada do dia 7 deste mês, mas o caso só veio à tona nesta quinta (9). A travesti contou que estava em um carro com mais duas amigas, quando resolveram ir até o Porto Geral para beber por volta das 4 horas da madrugada. No local, a vítima encontrou um casal de amigos.

Ela disse que desceu para cumprimentar o casal e começaram a fazer brincadeiras entre eles já que são conhecidos de longa data. Nisso, segundo relato da travesti ao site Diário Corumbaense, dois homens desconhecidos que estavam no local se aproximaram dela e deram uma chinelada nela dizendo, “sai daqui travesti”.

A vítima, então, foi em direção ao carro onde estavam as amigas, mas acabou seguida pelos homens. Um deles a pegou pelo pescoço para tirá-la de dentro do veículo e começaram a falar: “Ele tem que virar homem. Tem de apanhar que nem homem”.

Em seguida, um dos agressores arremessou uma lata de cerveja contra a travesti, que teve dois dentes quebrados. Ainda de acordo com a vítima, as agressões só não foram piores porque as amigas a defenderam. Ela disse que o que aconteceu foi um caso de homofobia.

“Eu saio sempre com os amigos, curto a minha diversão com responsabilidade, nunca mexi com a vida de ninguém e me acontece isso? É uma mescla de sentimentos, pois sinto raiva, indignação e acima de tudo, revolta pelo que passou comigo”, disse.

Jornal Midiamax