Polícia

Suspeito de matar vigia com facada no pescoço é preso pela PM

Poucas horas após o crime, a Polícia Militar prendeu o principal suspeito do homicídio do vigia Rafael Weyklen da Silva de Almeida, de 25 anos, ocorrido no início da tarde desta quinta-feira (11), no Jardim do Bálsamo, em Campo Grande. As informações são de que o homem foi capturado em uma casa do mesmo bairro. […]

Renan Nucci Publicado em 11/02/2021, às 16h03 - Atualizado em 12/02/2021, às 08h13

Cadeira suja com sangue da vítima na varanda dos fundos da residência. Foto: Leonardo de França
Cadeira suja com sangue da vítima na varanda dos fundos da residência. Foto: Leonardo de França - Cadeira suja com sangue da vítima na varanda dos fundos da residência. Foto: Leonardo de França

Poucas horas após o crime, a Polícia Militar prendeu o principal suspeito do homicídio do vigia Rafael Weyklen da Silva de Almeida, de 25 anos, ocorrido no início da tarde desta quinta-feira (11), no Jardim do Bálsamo, em Campo Grande. As informações são de que o homem foi capturado em uma casa do mesmo bairro.

Ele estava só de bermuda e a arma do crime ainda não foi localizada. O autor foi encaminhado à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Cepol (Centro de Polícia Especializada), onde a ocorrência foi registrado. Ainda não foi divulgada versão dele sobre os fatos.

Conforme já noticiado, a vítima estava em sua residência, na Rua Aydê Roque, no Bálsamo, bebendo desde ontem com o autor do crime, bem como com uma adolescente de 17 anos. Informações são de que a garota estava dormindo, junto com o filho de 2 anos, quando acordou com um bate-boca entre os dois homens na varanda dos fundos, motivado por ciúmes que o autor tinha da jovem, embora ela e a vítima fossem apenas amigos.

A a menor teria relatado que logo em seguida, o homem pegou uma faca e atacou Rafael, atingindo-o do lado esquerdo do pescoço. Assustada, ela saiu correndo e o agressor foi atrás dela. No entanto, ao perceber que ele havia desistido e ido embora, ela retornou ao imóvel para buscar o filho e ajudar o vigia, que estava gravemente ferido.

Equipes do Corpo de Bombeiros e Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foram acionadas, mas o rapaz não resistiu e morreu antes que pudesse ser transportado.

Jornal Midiamax