Polícia

Síndico denuncia policial sem máscara e com viatura estacionada em local proibido em condomínio

Denúncia chegou até a corregedoria e PRF iniciou apuração

Danielle Errobidarte Publicado em 25/05/2021, às 14h45

None
(Foto: Ilustrativa)

Síndico de um condomínio residencial, localizado no Bairro São Francisco, em Campo Grande, denunciou um policial por estar sem máscara e ter estacionado uma viatura da PRF (Polícia Rodoviária Federal) em local proibido, na manhã desta terça-feira (25). Segundo ele, o veículo ficou parado por cerca de meia-hora na via de fluxo de entrada do condomínio.

Conforme o boletim de ocorrência, o síndico ainda relata que na viatura estavam dois policiais, fardados, e ambos desembarcaram, ficando um junto ao carro e outro adentrando nos apartamentos. Ele alega que reconheceu um dos policiais, que é morador. Ao retornar à portaria, o sindico teria o alertado quanto ao uso de máscara de proteção contra a Covid-19, uma vez que o policial estaria com o item de proteção abaixo do nariz.

Segundo o síndico, o morador o questionou se ele havia adesivado a portaria do condomínio com a sinalização que indicava o uso obrigatório da máscara. Respondido que “sim”, o homem ainda teria afirmado que o policial “não deveria estar dando lição de moral, já que havia estacionado a viatura em local proibido”.

O síndico ainda afirma que comunicou a ação à PRF através de aplicativo de mensagens, no telefone funcional. O boletim de ocorrência foi registrado como calúnia.

Outro lado

Conforme informado pela assessoria de imprensa da PRF, a Corregedoria foi consultada e afirmou que recebeu a denúncia, contudo, sem as imagens do estacionamento irregular. A PRF ainda afirmou que qualquer irregularidade é passível de apuração.

“Entendemos que diante da facilidade de produzir uma imagem atualmente, inicialmente parece pouco provável que tenha ocorrido, mas será objeto de apuração como qualquer outra denúncia”, finaliza a nota.

Jornal Midiamax