Polícia

Sem sinais de roubo, feminicídio não é descartado em caso de ex-presidente do PSL em MS

Testemunhas estão sendo ouvidas pela polícia

Thatiana Melo Publicado em 30/04/2021, às 10h17

None
Corpo de Daniele encontrado na manhã desta quinta (Nova News)

Sem sinais de roubo, a polícia investiga a morte de Fernanda Daniele de Paula Ribeiro dos Santos, ex-presidente do Diretório Municipal do Partido Social Liberal (PSL) de Nova Andradina, onde não é descartado o crime de feminicidio, segundo informações obtidas pelo Jornal Midiamax.

Para a reportagem, o delegado que está à frente do caso Phelipe Davanso disse que nada é descartado, mas que a linha investigatória não será revelada para não atrapalhar nas apurações do crime. Davanso se limitou a dizer que vários objetos pessoais da vítima foram encontrados ao lado do corpo, assim como, seu carro que estava na garagem de sua casa, o que a princípio não seria um crime de roubo.

Ainda de acordo com o delegado, exames para saber se Fernanda sofreu abuso sexual foram feitos e a polícia espera pelos resultados dos laudos, mas disse que em análise preliminar não havia sinais de estupro. Ela foi encontrada de bruços e estava vestida.

Davanso ainda disse que várias testemunhas estão sendo ouvidas e que nada é descartado neste momento. Entre o sumiço e o achado do corpo teriam se passado 10 horas.

Ela foi encontrada por populares, e apresentava um corte profundo no pescoço. Segundo as primeiras informações, Fernanda teria sido morta na estrada e depois arrastada para o milharal nas margens da rodovia.

Jornal Midiamax