Polícia

Sábado sangrento: Campo Grande tem três mortos a tiros, pauladas e facadas em 3 horas

Um dos criminosos acabou detido

Thatiana Melo Publicado em 27/11/2021, às 08h50

Crimes ocorreram na manhã deste sábado
Crimes ocorreram na manhã deste sábado - (Henrique Arakaki, Midiamax)

O sábado (27) começou sangrento em Campo Grande, com três assassinatos em menos de 3 horas. As vítimas foram mortas a facadas, pauladas e tiros. Em um dos crimes, um suspeito acabou detido. 

Ben-Hur Celestino Caetano foi assassinado durante a madrugada deste sábado, no Jardim Monumento. Ele foi perseguido pelo autor após sair da conveniência onde trabalhava. Antes de morrer, Ben-Hur teria dito a avó: “Olha só vó o que essa moça me fez”. A polícia ainda tentou localizar o autor que não foi encontrado em sua casa. Câmeras de segurança mostram o momento em que várias pessoas correm atrás de Ben-Hur e, depois de alguns minutos, passam correndo de volta. A vítima conseguiu chegar até a casa de sua avó pedindo socorro, e sua irmã ainda tentou fazer massagem cardíaca, mas ele morreu.

O segundo crime ocorreu por volta das 6 horas da manhã. Um homem ainda não identificado foi assassinado a pauladas por uma dupla em uma briga envolvendo drogas. Um dos autores acabou detido quando tentava agredir o homem, que já estava morto, no bairro Taquarussu. 

Luciano Ferreira Torres, de 33 anos, foi o terceiro assassinado na manhã deste sábado (27), no bairro Nossa Senhora das Graças, em Campo Grande, quando fazia a limpeza da casa junto de seu tio. Um familiar, que não quis se identificar com medo de represálias, disse que o sobrinho estava na companhia de outro tio limpando algumas plantas na frente da residência, quando, por volta das 6h30 da manhã, um homem em uma motocicleta, de cor branca, passou e atirou contra Luciano.

Todos os crimes serão investigados pela Polícia Civil.

Jornal Midiamax