Polícia

Quadrilha levou 25 minutos para sair com R$ 3 milhões em joias e relógios de apartamento de luxo

A quadrilha especializada em furtos a apartamentos de luxo, levou apenas 25 minutos para conseguir entrar no prédio na rua Euclides da Cunha e sair do local com cerca de R$ 3 milhões em joias e relógios de marca. Os quatro integrantes acabaram presos por equipes do Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Banco e […]

Thatiana Melo Publicado em 03/02/2021, às 11h01

(Divulgação Garras)
(Divulgação Garras) - (Divulgação Garras)

A quadrilha especializada em furtos a apartamentos de luxo, levou apenas 25 minutos para conseguir entrar no prédio na rua Euclides da Cunha e sair do local com cerca de R$ 3 milhões em joias e relógios de marca. Os quatro integrantes acabaram presos por equipes do Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Banco e Resgate a Assaltos e Sequestros). Todos tiveram a prisão preventiva decretada, nesta quarta-feira (3).

Foram presos Hussein Mofid Essa, Everton Wesley da Silva Santos, Robson Radames da Silva Farias e Rodrigo da Silva. Segundo o depoimento dos integrantes da organização criminosa, eles se passaram ser moradores do prédio para conseguir entrar, sendo que o porteiro do local não teria desconfiado já que Hussein estava bem vestido e usava máscara por causa da pandemia não tendo como reconhecer ou não como morador.

Eles subiram pelo elevador e depois acessaram a escada do prédio onde escolheram um apartamento se certificando, que não havia moradores no local. A porta foi arrombada e a quadrilha levou relógios, joias e eletrônicos do apartamento causando um prejuízo estimado em R$ 3 milhões. Câmeras de segurança do prédio invadido mostram um dos membros da organização no local dentro de um elevador.

Em seguida, eles fugiram ser que fossem notados. Após o furto, equipes do Garras receberam a informação da polícia do Ceará sobre a quadrilha, que era especialistas em furtos a edifícios de luxo. O grupo costuma-se hospedar em casas de aluguel de aplicativo. Eles foram encontrados em uma residência de aluguel por aplicativo no bairro Mata do Jacinto, sendo que o caro usado pela organização um Chevrolet Spin foi localizado na garagem da residência. O carro havia sido alugado para cometer os crimes.

Segundo a delegada Daniela Kades, a quadrilha é especializada e com divisão de tarefas e seus membros viajam de avião para cometer os crimes em diversos estados.

Jornal Midiamax