Polícia

Procurado desde 2019, brasileiro que seria líder de quadrilha é preso na Bolívia

Ele foi apontado como mandante do sequestro de um empresário

Renata Portela Publicado em 11/05/2021, às 14h34

Marcelo foi preso durante operação
Marcelo foi preso durante operação - (Foto: Diário Corumbaense)

Foi preso na Bolívia o brasileiro Marcelo Silva Borges, conhecido como ‘Vida Loca’. Um dos estrangeiros mais procurados pela polícia boliviana desde 2019, Marcelo foi detido por agentes do Daci (Departamento de Análise e Inteligência Criminal) da Felcc (Força Especial de Combate ao Crime) de Montero.

A partir de investigações, os agentes da Felcc descobriram onde o brasileiro estava residindo e foi montada uma operação para a prisão de Marcelo. Foram apreendidas duas armas de fogo com ele, conforme o Diário Corumbaense.

Na Bolívia há aproximadamente 9 anos, Marcelo já foi preso duas vezes, em 2014 e 2017, pelos crimes de roubo qualificado e porte ilegal de arma de fogo. Ele é acusado de ser liderança de uma organização criminosa, já desarticulada, responsável por roubos em postos de combustíveis e mercados.

O brasileiro se tornou um dos homens mais procurados pela Felcc após ser confirmado que ele recrutava criminosos experientes para a quadrilha que comandava. Em 2019, Marcelo foi apontado como mandante do sequestro de um empresário boliviano.

Jornal Midiamax