Polícia

Preso por atropelar e matar menino de 13 anos confessou que bebeu antes de dirigir

Ele disse que tinha intenção de se entregar

Renata Portela e Marcos Morandi Publicado em 26/07/2021, às 16h20

Vítima morreu no local do acidente
Vítima morreu no local do acidente - (Foto: Sidnei Bronka)

O rapaz de 23 anos, preso por atropelar e matar Otávio Camargo Cano de Andrade, de 13 anos, confessou à polícia que bebeu antes de dirigir. O caso aconteceu no domingo (25) em Dourados, cidade a 225 quilômetros de Campo Grande, e o autor foi preso nesta segunda-feira (26).

De acordo com a Polícia Civil, o rapaz foi encontrado em uma residência e, após a prisão, disse que pretendia se entregar, mas acabou localizado antes. Além disso, ele contou que muitas crianças estavam aglomeradas na rua na hora do acidente e teve que desviar, mas acabou atropelando Otávio.

Além disso, o rapaz alegou que fugiu do local porque apanhou de populares. Ele confessou que tinha ingerido bebidas alcoólicas antes de dirigir.

Atropelamento e revolta

O motorista conduzia uma Montana, quando atropelou o menino de 13 anos. Após o acidente, o acusado fugiu, mas o veículo permaneceu no local. Em vistoria, os policiais militares encontraram várias garrafas de cerveja dentro da picape.

Os militares identificaram o autor do acidente, que também deve responder pela omissão de socorro. Equipes do Corpo de Bombeiros e Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foram acionados, mas a vítima não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Vizinhos de Otávio, revoltados com a situação, chegaram a tentar incendiar a residência do rapaz de 23 anos. Polícia Militar foi acionada e os populares foram contidos. Por medo, a família do rapaz inclusive retirou móveis e roupas da residência.

Jornal Midiamax