Polícia

Preso em 2018 com vários eletrônicos do Paraguai, soldado é expulso da PMMS

Ele foi detido pelo crime de descaminho

Renata Portela Publicado em 23/04/2021, às 12h52

Eletrônicos foram apreendidos
Eletrônicos foram apreendidos - (Divulgação)

Nesta sexta-feira (23), foi publicada no Diário Oficial do Estado a exclusão do soldado Robson Leonardo Schiefelbein Olmedo da PMMS (Polícia Militar de Mato Grosso do Sul). O oficial foi preso em flagrante em julho de 2018 por descaminho, em Dourados, a 225 quilômetros de Campo Grande.

Conforme a publicação oficial, o soldado foi excluído das fileiras da PMMS “a bem da disciplina”. Olmedo foi preso em 2018 ao passar por uma barreira do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) na Rodovia MS-207.

Naquele dia, os militares pararam inicialmente um Voyage, conduzido por um homem de 30 anos. No carro, foram encontrados alguns aparelhos eletrônicos e o suspeito disse que seguia de Ponta Porã para Dourados. Os policiais desconfiaram que ele fazia função de batedor e percorreram a rodovia, em rondas.

Ainda nas proximidades, os oficiais abordaram o Corolla, conduzido pelo soldado Olmedo, na época com 33 anos. No veículo foram apreendidos 30 PlayStation, 30 consoles e outros aparelhos eletrônicos. O militar acabou confessando que foi contratado por R$ 600 para fazer o serviço ilícito.

A arma do policial, uma pistola .40 com carregador e 15 munições também foi apreendida, junto com a carteira funcional. Ele foi encaminhado para a Polícia Federal.

Jornal Midiamax