Polícia

Preso com arma, irmão de vereador paga fiança de R$ 2 mil e ganha liberdade

O irmão do vereador Gabriel Auto Car (Patriota), preso com um revólver durante cerimônia de posse dos eleitos realizada na manhã desta sexta-feira (1º), na Câmara Municipal de Sidrolândia, a 70 quilômetros de Campo Grande, foi solto. De acordo com o site Região News, ele pagou R$ 2 mil de fiança e vai responder em […]

Renan Nucci Publicado em 01/01/2021, às 17h14

Irmão de vereador foi preso pela Polícia Militar. Foto: MS Negócios
Irmão de vereador foi preso pela Polícia Militar. Foto: MS Negócios - Irmão de vereador foi preso pela Polícia Militar. Foto: MS Negócios

O irmão do vereador Gabriel Auto Car (Patriota), preso com um revólver durante cerimônia de posse dos eleitos realizada na manhã desta sexta-feira (1º), na Câmara Municipal de Sidrolândia, a 70 quilômetros de Campo Grande, foi solto. De acordo com o site Região News, ele pagou R$ 2 mil de fiança e vai responder em liberdade por porte ilegal de arma de fogo.

Conforme já noticiado, o homem estava armado sob a justificativa de que faria a segurança do irmão político, que entre a noite de segunda-feira e a madrugada de terça-feira passada, teria sido alvo de atentado.

A prisão ocorreu antes de começar a eleição da mesa diretora, que definiria qual seria o presidente da Casa de Leis e consequentemente prefeito da cidade, tendo em vista que a vitória de Daltro Fiuza (prefeito eleito) nas eleições está em análise judicial.

 As informações são de que um policial de folga que estava na frente do prédio percebeu a atitude suspeita do homem e o abordou. Durante revista, foi constatado que ele estava com um revólver calibre 38, motivo pelo qual foi preso pela Polícia Militar e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil. 

Ele alegou que o objetivo era proteger o irmão vereador que no início da semana foi alvo de suposto atentado, quando dois suspeitos em uma moto tentaram atirar contra ele, mas a arma falhou. O caso é investigado.

Jornal Midiamax