Polícia

Polícias Civil e Militar prendem sete suspeitos de incêndios em MS

A motivação dos crimes teria sido uma retaliação às prisões feitas pela Polícia Civil

Diego Alves Publicado em 28/06/2021, às 21h21

Divulgação/ Polícia Civil
Divulgação/ Polícia Civil

As Polícias Civil e Militar prendem sete suspeitos de incêndios em Ivinhema, cidade a 289 quilômetros de Campo Grande.De acordo com a polícia, na madrugada no dia 25 de Junho criminosos atearam fogo em duas casas e cinco carros no Município de Ivinhema. Dentro de uma das casas havia um homem que sofreu queimaduras em diversas partes do corpo, tendo sido encaminhado à Campo Grande em razão da gravidade dos ferimentos.

A motivação dos crimes teria sido uma retaliação às prisões feitas pela Polícia Civil no Município de Ivinhema no decorrer da última semana, em razão da Opercao Narco Brasil.

Após o conhecimento dos fatos, policiais civis e militares começaram a realizar buscas pelos envolvidos. Tendo sido realizado, ainda no mesmo dia, sete prisões.

Quatro indivíduos foram localizados pela polícia militar, dois pela polícia civil e um sétimo localizado por uma equipe formado por policiais de ambas instituições.

Todos os envolvidos são indivíduos do sexo masculino e possuem idade superior a 18 anos. Por vez, teriam praticado os crimes mediante ordem de um dos flagrados, que seria irmão de uma mulher presa durante a operação Narco em Ivinhema.

Todos envolvidos foram autuados em flagrante delito pela prática dos crimes de tentativa de homicídio qualificado (dolo eventual), associação criminosa e incêndio qualificado.

Outrossim, foram ainda ouvidas aproximadamente 20 pessoas, entre presos e testemunhas e realizado exame pericial de todos os locais incendiados.

Jornal Midiamax