Polícia

Polícia vai listar desaparecidos para tentar identificar vítima que teve crânio encontrado

Crânio humano estava em amontoado de lixo

Renata Portela Publicado em 20/05/2021, às 16h33

Ossada foi encontrada por um catador
Ossada foi encontrada por um catador - (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax)

Após o crânio humano ser encontrado na manhã desta quinta-feira (20), no Vivendas do Parque, a Polícia Civil tenta identificar a vítima. Inicialmente, serão listadas pessoas desaparecidas naquela região.

Conforme o delegado Wilton Vilas Boas, da 3ª Delegacia de Polícia Civil, será encaminhado um ofício para a DEH (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Homicídio). Assim, a delegacia deve listar os desaparecidos daquela região.

Com isso, poderá ser feito um comparativo de DNA com o crânio encontrado nesta quinta-feira. O caso é tratado como achado de ossada e segue em investigação.

Achado de ossada

O coletor de recicláveis Ailton Rodrigues contou ao Midiamax que passava pela área para recolher materiais, quando desceu do carro e encontrou o crânio. A ossada já estava com o maxilar destruído, após ter sido incendiada junto com um amontoado de lixo.

O fogo teria sido colocado naquela área de mato na noite anterior. Uma faca de cabo branco também foi encontrada no local.

Jornal Midiamax