Polícia

Polícia prende outro envolvido em pichação com ameaças a agente penitenciário em MS

Jovem disse que deve dinheiro para facção criminosa e tenta saldar dívida

Fábio Oruê Publicado em 24/07/2021, às 13h56

Maconha apreendida era vendida pelo jovem para quitar dívida
Maconha apreendida era vendida pelo jovem para quitar dívida - Foto: Divulgação/ PM

A Polícia Militar prendeu neste sábado (24) um jovem de 21 anos que também estaria envolvido na pichação de ameaças do PCC (Primeiro Comando da Capital) em muro da casa de um agente penitenciário em Nova Andradina

Segundo informações da PM, o suspeito já é conhecido no meio policial e após inúmeras denúncias sobre tráfico de drogas, o SIG (Serviço de Investigação Geral) da Polícia Civil fez o trabalho de levantamento de informações relacionadas autor, que culminou na expedição do mandado de busca e apreensão.

Os policiais militares deslocaram até o endereço onde foram recebidos pela mãe e pelo jovem. Na busca na área externa da residência, acompanhada pela genitora no fundo do imóvel embaixo de uma pilha de madeira foi localizado uma sacola e dentro dela um tablete
prensado de maconha totalizando 858 g, uma balança de precisão e uma faca tipo mesa com serra e algumas cédulas de dinheiro.

Diante do fato, foi dada voz de prisão ao autor que ao ser informado que seria conduzido para a Delegacia, resistiu a prisão. 

Em depoimento ele disse que utiliza uma motocicleta para a entrega do entorpecente e ainda ter envolvimento com uma facção criminosa.

O suspeito relatou que estava com uma dívida muito alta, e que para saldar o valor, estava na comercializando drogas e que inclusive vendeu sua motocicleta para poder somar o valor para quitação do débito.

Ele revelou também que a mando da facção participou da ação que resultou na pichação da ameaça. Na última sexta-feira (20), outro jovem de 21 anos foi preso suspeito de participar da ação. Ele disse que foi pago por um desconhecido para fazer o serviço.

Jornal Midiamax