Polícia

Polícia interdita lava-jato e autua proprietário em R$ 5 mil

A PMA interditou nesta segunda-feira (24), o lava-jato de veículos que funcionava no bairro Altos em Anastácio

Diego Alves Publicado em 24/05/2021, às 20h11

Divulgação, PMA
Divulgação, PMA

A PMA (Polícia Militar Ambiental) de Aquidauana interditou um lava-jato e autuou o proprietário em R$ 5 mil devido a lançamentos de efluentes fétidos em vala perturbando os vizinhos.

A PMA interditou nesta segunda-feira (24), o lava-jato de veículos que funcionava no bairro Altos em Anastácio, devido poluição ambiental, por lançamento de efluentes à céu aberto. No local, os Policiais constataram, que na área da empresa de lavagem de veículos de grande porte, inclusive, de caminhões do tipo boiadeiro, havia uma vala aberta com máquina pelo proprietário, medindo 15 metros quadrados, por 2,5 metros de profundidade.

De acordo com a polícia, na vala coberta por placas e madeira e cercada por pneus eram lançados os efluentes de coloração escura e com forte odor, nas proximidades de diversas residências, causando transtornos aos moradores. Não havia qualquer sistema de tratamento dos resíduos líquidos e rejeitos do lava-jato, contendo substâncias oleosas e outros produtos químicos e orgânicos, que além da poluição do solo, ainda atraiam muitos insetos.

As atividades e serviços foram paralisados. O empresário de 49 anos, residente no bairro, foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 5 mil. Ele também poderá responder por crime de poluição, com pena de um a quatro anos de reclusão. O autuado foi notificado a regularizar toda a situação de tratamento e remover os resíduos contaminantes.

Jornal Midiamax