Polícia

Polícia apreende petrechos ilegais de pesca em rios de MS

Fiscalizou 42 pessoas desenvolvendo pesca amadora

Diego Alves Publicado em 06/06/2021, às 14h22

Divulgação/ PMA
Divulgação/ PMA

A PMA (Polícia Militar Ambiental) de Bataguassu fiscalizou 42 pescadores nos rios Paraná, Pardo e Anhanduí e apreendeu petrechos ilegais dos tipos redes, espinheis, boias e anzóis de galho petrechos.

Uma das equipes da PMA de Bataguassu, que trabalha na operação Corpus Christi/Big Fish III/21, realiza fiscalização no rio Paraná, envolvendo o Lago da Usina Sérgio Motta, e nos rios Anhanduí e Pardo e apreendeu até este sábado (05) até o momento, diversos petrechos ilegais para pesca.

Durante os trabalhos, a PMA fiscalizou 42 pessoas desenvolvendo pesca amadora e profissional e todos pescavam legalmente, porém, a equipe retirou dos rios duas redes de pesca, 57 anzóis de galho, quatro joão-bobo (boias) e uma corda de espinhel com 15 anzóis. Os infratores que armaram os petrechos ilegais não foram localizados e nem identificados.

As equipes continuam os trabalhos nos rios três rios, tanto para evitar que pessoas pratiquem a pesca predatória, bem como realizar a retirada de petrechos ilegais que são armados nos cursos d’água, para evitar a degradação de cardumes.

Jornal Midiamax