Polícia

PM de MS preso bêbado já tentou abusar de grávida dentro de ônibus durante viagem

O Policial Militar de 30 anos preso, na noite deste domingo (17), em Campo Grande depois de dirigir embriagado e bater em vários carros estacionados na Avenida Rita Vieira reponde a um processo por crimes sexuais. Em 2019, o militar tentou abusar de uma grávida de 19 anos, durante uma viagem em um ônibus até […]

Thatiana Melo Publicado em 18/01/2021, às 10h33 - Atualizado às 17h31

(Ilustrativa)
(Ilustrativa) - (Ilustrativa)

O Policial Militar de 30 anos preso, na noite deste domingo (17), em Campo Grande depois de dirigir embriagado e bater em vários carros estacionados na Avenida Rita Vieira reponde a um processo por crimes sexuais. Em 2019, o militar tentou abusar de uma grávida de 19 anos, durante uma viagem em um ônibus até a cidade de Nioaque.

A jovem que estava grávida de 9 meses estava no ônibus sendo que o militar, que estava fardado se sentou o seu lado e passou a puxar conversa com ela sobre a sua gravidez. Durante o trajeto, o policial teria oferecido massagem nas costas da vítima que negou.

Em seguida, o militar passou a ter um comportamento de cunho sexual passando as mãos na perna da vítima, que se esquivou colocando uma bolsa no meio das pernas, mas o policial continuou a passar as mãos no corpo da grávida. O militar ainda teria tirado para fora das calças o órgão genital colocando a mão da vítima em cima, que a retirou imediatamente. Na tentativa de ameaçar e intimidar a jovem, o militar ainda teria passado a manusear sua arma de fogo dentro do ônibus.

Para fugir, a grávida fingiu passar mal e pediu para que o motorista do ônibus parasse. Quando o motorista parou pediu que ajudassem a socorrer a jovem, e foi neste momento que o militar fugiu do local. Chorando muito, a grávida foi levada até a delegacia onde relatou o ocorrido.

Embriaguez e prisão

Na noite deste domingo (17), o policial militar foi preso após bater em vários carros que estavam estacionados, na Avenida Rita Vieira de Andrade. Os policiais foram acionados por volta das 22h55 deste domingo (17) depois de testemunhas terem presenciado o acidente e seguido o motorista acionando a polícia, que ao chegar ao local constatou se tratar de um militar. A arma que estava com ele, uma pistola, foi recolhida. Foi feito o teste do bafômetro, que constatou a embriaguez dando como resultado 0,93mg/l de álcool.

Jornal Midiamax