Polícia

PM é atacada em assentamento durante mandado de busca e apreensão de criança

Policiais acompanhavam um oficial de justiça e conselheiros tutelares

Renata Fontoura Publicado em 11/09/2021, às 07h08

Mãe não quis entregar criança e saiu correndo com menina no colo
Mãe não quis entregar criança e saiu correndo com menina no colo - Régis Pereira de Souza, SN

Um casal foi preso, na sexta-feira (10), durante a visita de um oficial de justiça e membros do Conselho Tutelar acompanhados por policiais militares, no Assentamento Jatobá, em Sidrolândia. 

No local, a equipe acompanhava o cumprimento de mandado de busca e apreensão de uma criança. A confusão aconteceu quando a mãe, de 38 anos, não quis entregá-la para os conselheiros tutelares e saiu com a menina no colo. 

A mulher também reagiu gritando diversas vezes que "ninguém tomaria sua filha". O homem, de 38 anos, acabou entrando na frente da viatura, impedindo a passagem dos policiais.

Os policias tiveram que conter o casal, que resistiu com socos e chutes. Um dos militares sofreu ferimento no joelho. A mulher, ao ser algemada e colocada no compartimento, deixou cair de seu bolso uma faca.

O homem então aproveitou e fugiu para a estação ferroviária da cidade, terminando preso e colocado juntamente com a mulher na viatura. Durante o trajeto, a mulher ainda chutou o vidro traseiro do veículo. 

Em seguida, a criança foi recolhida pela equipe e transportada em segurança para um abrigo do município. 

O caso foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil e o casal responderá por desobediência, porte de arma branca, lesão corporal contra autoridade policial e dano ao patrimônio público.

Jornal Midiamax