Polícia

PF prende homem com mudas de plantas raras que seriam levadas para a Bolívia

Homem disse que voltaria da Bolívia com U$ 40 mil não declarados

Thatiana Melo Publicado em 15/04/2021, às 07h16

None
(Divulgação PF)

Foi preso em uma operação da Polícia Federal, nesta quarta-feira (14) um homem que estava contrabandeando mudas raras de plantas, que seriam levadas até a Bolívia, na fronteira com Corumbá a 444 quilômetros de Campo Grande.

Informações são que o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais e Renováveis) havia recebido uma denúncia de que um homem do Espírito Santo teria saído de São Paulo para Campo Grande, na última terça-feira (13) transportando mudas de plantas raras, ameaçadas de extinção.

Ainda segundo a denúncia, o homem tentaria chegar a Corumbá de carro onde uma mulher o estaria esperando para transportar as mudas de barco pelo Rio Paraguai até a Bolívia. Com o homem foram encontradas 28 mudas de antúrios, espécie nativa e endêmica do estado do Espírito Santo.

Foram feitas diligências para encontra-lo, sendo que ele foi localizado em um voo com destino a Rio Branco, no Acre, já que a fronteira Brasil/Bolívia entre as cidades de Corumbá e Puerto Quijarro encontra-se fechada.

Ele foi abordado ainda no aeroporto de Rio Branco. Em sua bagagem foram encontradas as mudas de antúrios. Por ser uma planta extremamente restrita, essa tem sido almejada por muitos colecionadores de plantas ornamentais gerando pressão sobre à espécie.

Segundo foi preliminarmente apurado pelo IBAMA, cada muda da planta seria vendida no Brasil por R$ 3.500, porém esse valor seria muito maior em outros países. Ele informou aos policiais que o plano era seguir com as mudas até a Bolívia e que retornaria com cerca de U$ 40 mil dólares não declarados. As plantas apreendidas serão encaminhas para o Jardim Botânico no Rio de Janeiro.

Jornal Midiamax