Polícia

Para fugir de prisão, traficante engole cocaína e oferece R$ 10 mil para policiais

Policiais foram a três endereços, onde encontraram maconha escondida em mala

Thatiana Melo Publicado em 09/06/2021, às 09h53

None
(Divulgação PC)

Três traficantes acabaram presos na última terça-feira (8) em Campo Grande, pelas equipes da Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico), no bairro Alves Pereira e também na Cohab, onde funcionava uma casa como ‘guarda-roupa’ para o cabeça do trio. Um deles chegou a tentar subornar os policiais com R$ 10 mil para não ser preso, após engolir três papelotes de cocaína.

Durante a custódia, a polícia relatou que o caso ocorreu em local conhecido como "Favelinha", no bairro Alves Pereira, em Campo Grande. Os policiais chegaram até o traficante conhecido como ‘Gil’, que tentou fugir correndo para dentro da residência, mas foi flagrado logo após engolir três papelotes de cocaína. Para não ser preso, ele ofereceu R$ 10 mil aos policiais.

O homem acabou fornecendo outros dois endereços, que eram usados como ‘guarda-roupas’ para o armazenamento da maconha - os entorpecentes foram encontrados em malas, sendo aprendidos 44 tabletes e 3 porções de maconha, com peso total de 34,3 quilos, além de 12 paradinhas de pasta-base, 2 balanças de precisão e dinheiro fruto de tráfico.

Um dos presos ainda disse que teria feito um acordo de ficar coma droga por três dias e que receberia o valor de R$ 1 mil pelo serviço. Outro foi detido enquanto dormia em uma das residências alvo das buscas. Os autores foram autuados em flagrante delito por tráfico de drogas e associação para o Tráfico. O chefe do esquema criminoso ainda foi autuado por resistência e corrupção ativa e serão todos apresentados em audiência de custódia.

Jornal Midiamax