Polícia

Para enganar polícia, traficantes enterravam maconha em covas na fronteira

Na propriedade localizada na fronteira com Ponta Porã, foi encontrada mais de uma tonelada de drogas

Marcos Morandi Publicado em 09/09/2021, às 07h13

Agentes da Senad retiram maconha escondida em covas
Agentes da Senad retiram maconha escondida em covas - Senad

Uma operação realizada na tarde desta quarta-feira (8) resultou na apreensão de 1.072 quilos de maconha prensada. A droga estava enterrada em seis covas no fundo de uma propriedade localizada na Colonia María Auxiliadora, Amambay, na fronteira com Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul.

Segundo agentes da Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) a maconha estava armazenada em 33 sacos que foram enterrados em diversos pontos da propriedade. No local, também foram encontrados 13 quilos de sementes de maconha prontas para cultivo.

O proprietário foi identificado como De los Santos Valiente Cardozo, 33 anos, que foi preso por ordem do procurador Celso Morales. Cardoso também era o encarregado em preparar para esconder a droga até que fosse transferida para Brasil.

A droga apreendida e também o responsável pela propriedade foram encaminhados para a Base Regional da Senad, em Pedro Juan Caballero, por despacho do representante do Ministério Público.

Jornal Midiamax