Polícia

Pai detido em flagrante por tentar estuprar menina de 15 anos ganha liberdade provisória

Ele vai ser monitorado por tornozeleira eletrônica

Renata Portela Publicado em 01/06/2021, às 16h37

PM fez a prisão em flagrante
PM fez a prisão em flagrante - (Divulgação)

Preso na última sexta-feira (28) por tentativa de estupro contra a própria filha, de 15 anos, homem de 44 anos já está em liberdade. A família mora em Coxim, cidade distante 253 quilômetros de Campo Grande, e a vítima agora deve ficar aos cuidados de uma tia.

No dia da prisão, a adolescente teria pedido ajuda para a tia, contando que o pai ‘apalpava’ as partes íntimas da vítima desde que ela tinha 12 anos. Além disso, relatou que o suspeito tinha tentado estuprá-la naquele dia, mas não conseguiu porque a jovem se escondeu no banheiro e depois correu para a casa da parente.

Polícia Militar foi acionada e fez a prisão em flagrante pela tentativa de estupro. O homem foi encaminhado para a DAM (Delegacia de Atendimento à Mulher), onde negou as acusações, apesar de ter confessado o crime aos militares no momento da detenção. O juiz plantonista Juliano Luiz Pereira definiu na audiência de custódia a liberdade provisória do acusado.

Conforme o site Edição MS, consta na peça de defesa do acusado, feita pelo advogado Cleidomar Furtado, que o laudo pericial constatou que a adolescente é virgem e que não existia vestígios de conjunção carnal ou ato libidinoso. Ainda de acordo com a defesa, o exame constatou lesão de grau leve no antebraço da filha, que teria sido resultado de um ‘corretivo’ aplicado pelo pai.

O acusado vai cumprir medida cautelar diversa da prisão, utilizando tornozeleira eletrônica para monitoramento. Ele também deve permanecer em casa, podendo se ausentar apenas de segunda-feira a sexta-feira, das 5h40 às 17h20. Ele também deve manter distância mínima de 500 metros da filha.

Jornal Midiamax