Polícia

Operação Lei Seca: Major recusa bafômetro, mas acaba preso por embriaguez

Major do Exército Brasileiro, de 35 anos, foi preso e encaminhado à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do centro, após ser flagrado dirigindo embriagado durante Operação Lei Seca, realizada na noite de sábado (30), em Campo Grande, pelo 1º Batalhão da Polícia Militar e Detran (Departamento Estadual de Trânsito). Conforme boletim de ocorrência, durante […]

Renan Nucci Publicado em 31/01/2021, às 10h30 - Atualizado em 01/02/2021, às 07h16

Foto: Divulgação, PMMS
Foto: Divulgação, PMMS - Foto: Divulgação, PMMS

Major do Exército Brasileiro, de 35 anos, foi preso e encaminhado à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do centro, após ser flagrado dirigindo embriagado durante Operação Lei Seca, realizada na noite de sábado (30), em Campo Grande, pelo 1º Batalhão da Polícia Militar e Detran (Departamento Estadual de Trânsito).

Conforme boletim de ocorrência, durante abordagens na Avenida Afonso Pena, as equipes pararam o militar, que foi submetido ao pré-teste do bafômetro, no qual foi reprovado. Então foi solicitado que ele fizesse o teste do bafômetro de fato. Ele inicialmente aceitou, mas no momento do teste, mudou de ideia e se recusou.

Foi então lavrado termo de constatação da alteração da capacidade psicomotora do major. Ele foi encaminhado à Depac pelo oficial do dia e teve o veículo apreendido junto ao Detran. Diante dos fatos, acabou autuado em flagrante. A operação também teve várias ações e contou com 20 policiais militares e sete fiscais do Detran.

Ao todo, foram realizados 357 testes de alcoolemia, os quais resultaram em 14 recusas, duas multas administrativas, dois veículos flagrados com licenciamento vencido, dois condutores sem habilitação, dois autuados por entregar veículo a pessoa não habilitada e uma pessoa sem cinto, item de segurança obrigatório.

Houve uma prisão por embriaguez, 18 CNHs recolhidas e três veículos apreendidos.

Jornal Midiamax